História do "Lapa Azul"

Laboratório de co-produção ANCINE – CSC

09/11/2010 – Homenagem ao Soldado Brasileiro em Pistóia

25/10/2010 – Lançamento do Livro: Barbudos, Sujos e Fatigados.

12/05/2010 – Reportagem da  Rede Globo –  pracinhas paulistas da FEB

25/09/2010Livro Pracinhas Campineiros



Durval Jr.,  o diretor do documentário  O “Lapa Azul”, participou de um workshop para desenvolvimento de roteiro e produção de  longa-metragem em Roma, Itália.

Marcos Lazarini, Carina Fernandes e Durval Jr. - Participantes do laboratório

Esse laboratório fez parte de um acordo assinado entre a ANCINE, a Direção Geral do Cinema (DGC) e o CSC (Centro Sperimentale di Cinematografia) com o objetivo de desenvolver os argumentos cinematográficos de quatro roteiristas, bem como viabilizar co-produções de longa-metragem entre brasileiros e italianos.

Consultores e participantes do Laboratório

Durante as três semanas de duração do laboratório, os brasileiros receberam a consultoria de renomados produtores, diretores e roteiristas europeus como Guido Iuculano, Heidrun Schleef, Iôna de Macêdo, Paola Livia Randi e Valério Mieli.

O projeto do diretor Durval Jr. chama-se Três Heróis (título provisório) e conta a trajetória de um pelotão da Força Expedicionária Brasileira, na Itália, durante a II Guerra Mundial.

22 respostas »

  1. Prezado Durval. Acabei de assistir seu documentário no History Channel e gostaria de parabenizá-lo pelo excelente trabalho. Confesso que fiquei emocionado. Mais uma vez, parabéns pelo maravilhoso trabalho. Divulguei para todos os meus amigos e familiares.

    Curtir

  2. Olá Durval, bom dia, você me enviou um email sobre o Sistema dos Mortos da FEB mas não consigo te enviar, acho que seu email está com problemas. Você teria outro para envio ? Abraço

    Curtir

    • Prezada Marlene
      Na verdade este Blog é baseado num documentário que produzi em 2007 e não em um livro (ainda estou escrevendo um livro sobre).
      Seu pai foi soldado padioleiro, natural de Vitória, ES, filho de Alonso Furtado e Rosa Vieira Furtado. Faleceu em ação, em 12 de dezembro de 1944, durante o segundo ataque brasileiro ao Monte Castello. Provavelmente auxiliando os feridos. Tenha muito orgulho dele. Abs,

      Curtir

  3. DURVAL, GOSTARIA DE SABER SE NESSE LIVRO VOCE INCLUIU O NOME DOS EX COMBATENTES QUE FALECERAM, INFELISMENTE MEU TIO FOI UM DELES O SD CESARIO AGUIAR QUE APARECE NESSE LINK A FOTO E MAIS INFORMAÇÕES http://www.anvfeb.com.br/mortos.htm
    GOSTARIA DE HOMENAGIAR MEU TIO AQUI EM MINHA CIDADE VC SABERIA ME DIZER COMO CONSEGUIR TODAS AS INFORMAÇÕES DOS EX COMBATENTES

    Curtir

  4. Qual não foi minha surpresa quando, durante pesquisa na internet, encontrei esse site e o link para a compra do documentário “O Lapa Azul”. Já tendo lido o livro “Terceiro Batalhão – O Lapa Azul”, não poderia deixar de adquiri-lo. Assim que chegou, assisti e, de repente, lágrimas começaram a correr pelo meu rosto, depois sorrisos entre essas lágrimas, vendo esses maravilhosos brasileiros ceder-nos um pouco de seu tempo e contar como, diante das adversidades que todos os povos viviam naquela época, eles superaram as expectativas. Com sua simplicidade e jeito brasileiro de ser, demonstraram a todos o que é o verdadeiro coração da liberdade, da bravura, da honra e do amor pelo próximo e pela Pátria.
    Chorei sim, do alto dos meus 40 anos de existência, chorei de orgulho. Chorei de gratidão. Chorei por amor a todos esses homens e o que eles representam.
    Mas chorei também por vergonha da minha geração e das que vieram após, que não sabem absolutamente nada sobre a nossa história.
    Peço perdão aos nobres pracinhas e gostaria que soubessem que não somos todos assim. Não mesmo. O meu pacto é o de levar aos meus filhos e futuros netos a sua estória, a estória do nosso Brasil, e para quem mais eu puder, com a ajuda de Deus.
    Ao diretor Durval e a todos que patrocinaram e se envolveram nesse maravilhoso projeto meu muito obrigado e os mais sinceros parabéns por tão lindo trabalho. Por favor, não parem por aí.
    Um grande abraço

    Curtir

  5. Querido Amigo Durval,
    parabens pelo trabalho, muito bem feito, como todo o que voce faz. Estamos torcendo para que seu projeto do filme encontre dias e oportunidades favoraveis para ser realizados.
    A seu dispor para qualqeur necessidade aqui na Italia, deixo um forte abraço
    Mario

    Curtir

  6. Olá meu estimado amigo!
    Parabéns pelo preciosa divulgação da nossa Gloriosa Força Expedicionária Brasileira.
    Me emociono sempre com seu trabalho!
    Abraços

    Curtir

  7. Parabéns pelo excelente trabalho. Assisti várias vezes o documentário, em todas as vezes, me emociono muito.
    Quando assisti os episódios de Brothers in Arms, cujos DVDs temos em casa e sempre revemos, meu esposo comentou que no Brasil, a história dos nossos Gloriosos Pracinhas era tão relevante, emocionante e imapctante quanto tais episódios, e já se anunciava um trabalho semelhante. Qual não foi minha alegria ao saber que este trabalho existe e está sendo tocado em frente. Não podemos deixar cair no esquecimento a saga destes nossos bravos heróis. Fiquei emocionada e triste, ao ouvir o depoimento, também emocionado, de um Glorioso Pracinha, dizendo que foi apontado como palhaço na Av. Getúlio Vargas , em um desfile. Que triste, que lamentável… Não pelo Pracinha, este tem o seu valor reconhecido e gravado em honras e glórias !! Triste por esta lamentável figura, que fez este infeliz comentário. Bem se nota que é um alienado, por desconhecer tão grandiosos feitos! Lamentável que na Itália, sejam reconhecidos como heróis, e aqui, no seu país de origem, tenham que ouvir estas asneiras. Mas como bem disse um Pracinha, no documentário, é melhor que ele desconheça, porque só quem sofreu os horrores da guerra, da a ela o devido valor!!
    Sempre, desde criança, me emocionava nos desfiles militares quando o pelotão dos Febianos passava. Depois em 2003 e 2004, no Rio de Janeiro, tive o orgulho e a felicidade, de conviver com muitos deles. Em especial o Sr. Candinho, que foi Febiano e integrou as fileiras do 1º BI.
    Recebam todos, o meu abraço, o meu reconhecimento, o meu respeito e a minha admiração por tão valorosos feitos.

    Curtir

  8. Parabéns pelo excelente trabalho. Assisti várias vezes o documentário, em todas as vezes, me emociono muito.
    Quando assisti os episódios de Brothers in Arms, cujos DVDs temos em casa e sempre revemos, meu esposo comentou que no Brasil, a história dos nossos Gloriosos Pracinhas era tão relevante, emocionante e imapctante quanto tais episódias, e já se anunciava um trabalho semelhante. Qual não foi minha alegria ao saber que este trabalho existe e está sendo tocado em frente. Não podemos deixar cair no esquecimento a saga destes nossos bravos heróis. Fiquei emocionada e triste, ao ouvir o depoimento, também emocionado, de um Glorioso Pracinha, dizendo que foi apontado como palhaço na Av. Getúlio Vargas , em um desfile. Que triste, que lamentável… Não pelo Pracinha, este tem o seu valor reconhecido e gravado em honras e glórias !! Triste por esta lamentável figura, que fez este infeliz comentário. Bem se nota que é um alienado, por desconhecer tão grandiosos feitos! Lamentável que na Itália, sejam reconhecidos como heróis, e aui, no seu país de origem, tenham que ouvir estas asneiras. Mas como bem disse um Pracinha, no documentário, é melhor que ele desconheça, porque só quem sofreu os horrores da guerra, da a ela o devido valor!!
    Sempre, desde criança, me emocionava nos desfiles militares quando o pelotão dos Febianos passava. Depois em 2003 e 2004, tive o orgulho e a felicidade, de conviver com muitos deles. Em especial o Sr. Candinho, que foi Febiano e integrou as fileiras do 1º BI.
    Recebam todos, o meu abraço, o meu reconhecimento, o meu respeito e a minha admiração por tão valorosos feitos.

    Curtir

  9. Caro Major Durval, parabens por seu trabalho incançavel na luta pela preservação dos feitos heroicos de nossos bravos..

    um forte abraço e sucesso !!!

    Curtir

  10. força durval aqui na terrinha estamos à espera do teu projecto e que seja tão bom como o LAPA AZUL
    abs
    rui estrela
    leiria
    portugal

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s