História do "Lapa Azul"

A FEB de Volta às Telas

A bem-vinda popularização das câmeras de alta resolução e de novos softwares está revolucionando a produção audiovisual. Antes restrita a produtoras com orçamento na casa dos milhões de reais, a produção de filmes sobre a II Guerra Mundial está cada vez mais acessível aos cineastas de pequeno/médio orçamento, graças às novas tecnologias.

Com os novos programas de computação e o trabalho de um bom designer gráfico hoje é possível, por exemplo, reproduzir digitalmente os cenários de guerra de 70 anos atrás, sem a necessidade de uma superprodução.

Mesmo na milionária Hollywood, as grandes “majors” do cinema norte-americano preferem investir pesado em efeitos visuais (CG), ao invés de transportarem toda uma equipe de produção de uma cidade para outra, dentro dos EUA.

Um dos muitos exemplos dessa tecnologia pode ser visto no filme “A Proposta” ( The Proposal), onde boa parte da trama acontece na cidade de Sitka, no Alaska, mas filmada na cidade de Rockport, no estado de Massachusetts . Veja aqui como foram produzidos os efeitos visuais do filme.

Reprodução em 3D do Monte Castello, observado do vale do rio Reno durante o inverno

Aproveitando a oportunidade, o tema FEB está sendo redescoberto no Brasil e no exterior com novas e interessantes obras.

Na Inglaterra foi produzido o curta “Sorte é Coisa Rara em Monte Castello“, do diretor e produtor Graham Osborne. No Brasil, foi produzida a minisserie Heróis do Diretor Guto Aeraphe. Vale a pena conferir.

Outra reprodução do Monte Castello em 3D, desta vez da cota 887

Cena da produção do curta: "Sorte é Coisa Rara em Monte Castello"

Clique aqui para assistir o curta: Sorte é Coisa Rara em Monte Castello”

4 respostas »

  1. Uma cena em 3D da qual gosto bastante está em “A Conquista da Honra”. É a hora em que os Marines ainda estão embarcados no transporte, e que a artilharia de bordo está mandando mecha sobre o Monte Suribachi. Obviamente é uma cena digital, extremamente bem feita e com nível de detalhes das explosões, sons e tipos de granadas que conferem um grau de fidedignidade à cena que os filmes de guerra não tinham atingido até então.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s