História da FEB

Projeto Cultural Memorial da FEB

Mais um passo para a realização de um sonho: nosso projeto foi aprovado pela Lei Rouanet.

Num país tradicionalmente avesso à preservação da memória, cujos raros personagens tratados com dignidade pela historiografia e grande mídia dependem do viés político e ideológico dos seus atos, os protagonistas do Brasil no último conflito mundial faziam parte de um grupo quase esquecido. Mesmo com a popularização de câmeras amadoras e smartphones, fora as reportagens perfunctórias de emissoras de TV nas datas magnas do Brasil na Segunda Grande Guerra, os depoimentos em vídeo dos pracinhas eram escassos, quase inexistentes. O desejo de mudar esse quadro representou a força propulsora para o início de uma empreitada pessoal.

Foram quase 15 anos percorrendo o Brasil em busca de remanescentes da Força Expedicionária Brasileira, com o apoio tão somente de amigos e admiradores do tema. Por vezes, a exploração terminou em becos sem saída, devido às limitações dos entrevistados — todos acima dos 80 anos —, com os naturais óbices provenientes da idade provecta. Ainda assim, foi possível encontrar inúmeros de veteranos com memória prodigiosa e experiências fascinantes, dentre os mais de 25 mil que participaram ativamente da campanha na Itália.

O resultado dessa longa jornada gerou uma pilha de fitas mini-dv, VHS, VHS-C , além de discos rígidos de vários tipos e tamanhos, guardando preciosas fotografias de álbuns particulares e cerca de uma centena de entrevistas com dezenas de pracinhas — a quase totalidade deles não está mais entre nós. Valeu a pena.

A união desse valioso acervo com filmes e fotografias do último conflito mundial, colhidos em arquivos nacionais e estrangeiros, gerou diversas produções audiovisuais, com destaque para O “Lapa Azul e o Navalha, ambos exibidos pelo History Channel e vencedores de concursos internacionais de cinema.

Porém, havia algo mais a ser feito. Era preciso oferecer o fruto dessa pesquisa aos historiadores e pesquisadores do futuro, pois conhecer o testemunho pessoal dos veteranos é imprescindível para o correto entendimento da experiência bélica nacional. Sem esse fundamento, o relato histórico torna-se mera repetição de versões pregressas.

Nasceu, então, o Projeto Cultural Memorial da FEB, apresentado no vídeo que ilustra esta postagem. O projeto foi cuidadosamente elaborado, formatado e apresentado ao Governo Federal, sendo aprovado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) em 18 de janeiro de 2022 (Registro de aprovação no PRONAC: 212669).

Trata-se de mais um passo bem-sucedido para a materialização desse sonho. Nosso próximo objetivo é a obtenção do patrocínio financeiro, que pode ser deduzido do Imposto de Renda pago por pessoas físicas e jurídicas. Contratamos um profissional experiente no mercado para a captação de recursos, capaz de oferecer às empresas patrocinadoras as contrapartidas que melhor atendam às suas expectativas. Pretendemos enviar um exemplar do livro a cerca de mil escolas, bibliotecas e entidades culturais sem fins lucrativos. Por meio do website a ser construído, será ilimitado o número de pessoas impactadas pelo projeto.

Maiores informações podem ser obtidas pelo e-mail: contato@insightbrasil.net

4 respostas »

  1. Parabéns, Durval! Siga firme e terá sucesso nessa importante empreitada pela eternização da memória da FEB!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s