História do "Lapa Azul"

“Da Glória ao Esquecimento: Os socorrenses na Segunda Guerra”

Pesquisador lançou a 2ª Edição de livro sobre socorrenses na FEB

Lançamento do livro de Derek reúne amigos e familiares dos soldados socorrenses da FEB
 
Na noite de 17 de janeiro, sexta-feira, na sede da Sociedade Ítalo-Brasileira Socorrense, o historiador e escritor Derek Destito Vertino lançou a segunda edição do livro “Da Glória ao Esquecimento: Os socorrenses na Segunda Guerra”, numa abordagem histórica da participação dos socorrenses na Força Expedicionária Brasileira (FEB).

Mesmo não sendo socorrense, mas conhecendo o tema que foi esquecido por mais de 65 anos, Derek fez uma grande pesquisa para localizar os soldados  de Socorro que participaram na guerra que mobilizou aproximadamente 25.000 jovens brasileiros na FEB.

O Brasil só declarou guerra ao eixo e mobilizou uma Divisão de Infantaria para a Campanha da Itália (1944-1945), após o torpedeamento de navios brasileiros por submarinos alemães e italianos. Segundo o historiador, dizia-se, na época, que era mais fácil a cobra fumar, do que o Brasil entrar na guerra. Quando isso ocorreu, os soldados brasileiros usaram o lema “A Cobra Fumou” e, apesar do pouco conhecimento de guerra e sem estarem preparados para tanto, os brasileiros enfrentaram o experiente exército alemão, durante vários meses na Itália, libertaram dezenas de vilas, fizeram aproximadamente 20.000 prisioneiros de guerra – o que impressionou o Comando Americano – e colaboraram com a queda do nazi-fascismo na Europa.

book1

Ao falar da época, Derek destaca: “Havia uma contradição nessa entrada de nossos soldados na guerra: vivíamos em uma ditadura e lutávamos ao lado das forças democráticas. A primeira vitória da FEB, no retorno para a casa, foi a queda de Getúlio Vargas e a volta da democracia no Brasil”. Os socorrenses homenageados no livro atuaram na defesa do litoral e Campanha da Itália: Benedito Vaz de Lima, Thomás Marcelino Borim, Manfredo Lugli, Luiz Granconato, José Maria Teixeira e Ramiro Zucato. Com a publicação do livro que resgata a memória desses socorrenses, Derek também luta por um monumento a eles dedicado, a exemplo que acontece em outras cidades, como reconhecimento oficial de seus conterrâneos.

sambo2 - Cópia

Para o advogado e artista plástico, Dr José Benedito Ferreira, presente ao evento “esse escritor que produziu uma obra com tanto cuidado e empenho que aqui não nasceu, merece o reconhecimento de toda a nossa sociedade, com o título de Cidadão Socorrense, pois agora já participa como poucos de nossa história, resgatando o que era de desconhecimento de grande maioria da população.  E Derek merece todo esse reconhecimento local, pois seu trabalho já é reconhecido em todo o Brasil, tendo como destaques a Medalha Expedicionário (Associação dos Ex-Combatentes de São Paulo) e Diploma Benjamin Constantant (Instituto dos Docentes do Magistério Militar e Colégio Militar de Santa Maria/RS), entre outras homenagens.

sambo3

Meus parabéns ao jovem escritor e pesquisador Derek.  Que seu exemplo seja reproduzido em muitas outras cidades do Brasil!

Reserve o seu exemplar por apenas R$25 (frete incluso) no e-mail: derekdestito@hotmail.com

1 resposta »

  1. Obrigado pelo recebimento deste e-mail. Sou sempre muito grata por todos os post’s que chegam até a mim, trazendo conhecimento e cada vez mais meu reconhecimento pela história, quem a protagonizou e pelas pessoas que fazem este canal. Um abraço Iva

      Adulária (Pedra da Lua)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s